MODELOS DE SIGNIFICAÇÃO SOBRE CONTEÚDOS DE ASTRONOMIA: CONSIDERAÇÕES ACERCA DE UM ESTUDO COM PROFESSORES DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA

  • Roberta Chiesa Bartelmebs Professora Adjunta da Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Danilo de Oliveira Kitzberger Graduado em Físic pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Mikaela Teleken de Jezus Graduanda em Ciências Exatas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Maria Milena Tegon Figueira Graduanda em Ciências Exatas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Camila de Andrade Pandini Graduanda em Ciências Exatas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Palavras-chave: Educação em Astronomia, Modelos de significação, Educação Básica

Resumo

Apresentamos neste artigo um estudo exploratório sobre os modelos de significação de sujeitos adultos sobre conteúdos de Astronomia, especificamente sobre as estações do ano. A investigação ocorreu em um projeto de pesquisa sobre Educação em Astronomia na Educação Básica, e tem como aporte metodológico o método clínico piagetiano. Elaboramos e testamos um protocolo piloto, que posteriormente foi utilizado para a aplicação das 13 entrevistas descritas neste artigo. As entrevistas foram realizadas em escolas públicas, abrangendo todos os professores de Ciências do Ensino Fundamental de um município situado na Região Oeste do Estado do Paraná. As entrevistas foram organizadas da seguinte maneira: Num primeiro o sujeito discorria livremente sobre o tema das estações do ano, partindo então para uma segunda etapa na qual era convidado a desenhar uma explicação para o fenômeno estudado e por fim solicitava-se que o sujeito, com o uso de um material concreto, explicasse a ocorrência dasm estações do ano, tal qual o faria em uma aula desta temática. Nosso objetivo, com o uso destes três momentos, foi o de compreender como os sujeitos adultos organizam seus conhecimentos sobre o conteúdo das estações do ano presente no Ensino de Ciências dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A partir dos dados coletados identificamos, de modo exploratório, três diferentes modelos de significação, aos quais intitulamos: Modelo de significação concreto; Modelo de significação intermediário e Modelo de significação complexo. No primeiro modelo, os sujeitos não conseguem representar nem explicar a ocorrência das estações do ano. Estes sujeitos fazem somente dos conceitos memorizados dos livros didáticos ou nas suas aulas de Ciências. O segundo modelo refere-se aos sujeitos que conseguem elaborar ao menos uma explicação para as estações do ano, seja no desenho, seja com o uso de material concreto, mas que ainda não explicam de forma satisfatória o fenômeno. No terceiro modelo se encontram os sujeitos que conseguem explicar a ocorrência das estações do ano seja com desenho ou com uso de material concreto. A partir da compreensão desses diferentes modelos pretende-se elaborar um material didático de Educação em Astronomia para a formação continuada de professores da rede pública do município onde a investigação foi realizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-31
Seção
Artigos