A RELAÇÃO ENTRE A CRÍTICA DE JEAN PIAGET ÀS EPISTEMOLOGIAS CLÁSSICAS E A EXPLICAÇÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NOVIDADE

  • Mayara de Andrade TERRIBLE
Palavras-chave: Produção de novidade, Epistemologia, Empirismo, Apriorismo, Construtivismo

Resumo

Tanto na história da ciência quanto na história do desenvolvimento cognitivo do sujeito podemos vislumbrar inúmeros exemplos de produção de novidade. A principal área do conhecimento que investiga como a ciência e o sujeito produ-zem conhecimentos novos é a Epistemologia. As características gerais das Epistemologias clássicas (do empirismo e do apriorismo) impedem que essas concep-ções epistemológicas expliquem satisfatoriamente o processo de produção de novidade. No entanto, esse processo é explicado de modo satisfatório pelo constru-tivismo de Jean Piaget através do mecanismo da abstração reflexionante. Por que, segundo Piaget, a Epistemologia Genética dá conta de explicar o processo de pro-dução de novidade e as Epistemologias Clássicas não? O presente artigo visa a responder a esse questionamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-28
Seção
Artigos