A iniciação à pesquisa a partir das contribuições da Teoria Histórico-Cultural para a Educação Infantil: reflexões sobre o valor das brincadeiras

Jeniffer Arruda

Resumo


Este artigo retrata trabalhos envolvidos na pesquisa “Brincadeira, Jogo e Desenho na Educação Infantil: Estudos, Concepções, Práticas e Implicações para a Aprendizagem da Escrita”, coordenado pela Profª. Elieuza Aparecida de Lima, da Unesp, Campus de Marília, SP. Para as ações de iniciação científica (Pibic/Unesp - Reitoria), cujo objetivo principal foi: localizar, reunir, sistematizar e interpretar, a partir de levantamento bibliográfico, produções acadêmicas e teóricas elaboradas, no Brasil, a partir da década de 1990, sobre “brincadeira na Educação Infantil”, para elaboração de quadro teórico destinado à formação continuada de professores parceiros da pesquisa. Dados foram localizados em fontes de informação digitais. Desse trabalho, resultados já são possíveis de partilhar, dentre eles que os 10 últimos anos (1990-2010) são reveladores de um crescente número de pesquisa, estudos e, portanto, produção de saberes científicos na Educação Infantil, constituindo possibilidades para a organização de um quadro teórico para a formação de professores de crianças pequenas.

Texto completo:

PDF