A angústia de Abraão

Wagner de Barros

Resumo


Encontramos na filosofia kierkegaardiana um estudo sobre a personagem bíblica Abraão. Em Temor e tremor, Kierkegaard descreve o desespero do sacrifício e a fé do sacerdote religioso. Neste contexto, o pai de Isaac aparenta sentir angústia. No entanto, Abraão possui fé e na obra intitulada O conceito de angústia, Kierkegaard descreve que a fé elimina o aspecto medonho deste sentimento. Resta a pergunta: Abraão sentiria angústia? Pretenderemos mostrar como a fé pode transformar a angústia em um sentimento "agradável para o homem.

Palavras-chave


filosofia; Kierkegaard; angústia, liberdade, indivíduo

Texto completo:

PDF