Regime trabalhista e participação nos processos de recuperação de fábricas na Argentina no novo século

  • María Victoria DEUX MARZI Universidad Nacional de Rosario - CONICET
Palavras-chave: regime de trabalho, participação, empresas recuperadas, cooperação

Resumo

Neste artigo descrevemos e analisamos os processos de recuperação de empresas desenvolvidas no período de 2000 a 2015. Vinte anos após as primeiras recuperações de empresas, é particularmente interessante analisar e caracterizar processos que conseguiram se manter com relativa estabilidade durante um período que consideramos aqui, transpôs a da recuperação estrita (estágio fundacional e recuperação incipiente). Assim, enfocando a fase de consolidação dos processos, nos questionamos sobre as características das formas econômicas e relações sociais efetivamente consolidadas nos processos analisados ?e sobre a natureza e abrangência das transformações que tanto relações econômicas e sociais). Tudo isso nos aproxima de saber se as novas configurações de trabalho constituem uma experiência de trabalho socialmente diferente.

Submetido em: 10/04/2019
Aceito em: 01/06/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

María Victoria DEUX MARZI, Universidad Nacional de Rosario - CONICET

Directora académica de la Catedra Abierta de Economía Solidaria e Integración Latinoamericana de la Universidad Nacional de Rosario. Becária de CONICET. Rosario, Santa Fé, Argentina.

Publicado
2019-06-28
Seção
Artigos