GRAMSCI E A TEORIA CRÍTICA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Rodrigo Duarte Fernandes dos PASSOS

Resumo


O texto tem por objetivos: a) discutir o estatuto epistemológico de Gramsci e Horkheimer, autores justapostos em uma vertente teórica conhecida como Teoria Crítica das Relações Internacionais; b) esboçar uma análise demonstrando o distinto estatuto epistemológico dos autores mencionados e justapostos na vertente teórica em pauta; c) iniciar uma reflexão apontando a inexistência de acuracidade nessa vertente teórica inaugurada pelo cientista político canadense Robert W. Cox ao ignorar a justaposição de aspectos epistemológicos diferentes entre si e não buscar as conseqüências teóricas a partir de categorias centrais respectivamente de Gramsci e Horkheimer, a saber, hegemonia e emancipação.

Texto completo:

PDF