Os meios de comunicação, Gramsci e a construção de homem-dirigido

  • Paolo Ercolani Professor de História a Filosofia na Universidade de Urbino, Itália. É editor da revista Critical Liberal, além de fundador e membro do comitê científico do Observatório filosófico (www.filosofiainmovimento.it).
Palavras-chave: Antonio Gramsci; marxismo; filosofia marxista.

Resumo

Este artigo trata do pensamento de Antonio Gramsci problematizando a seguinte hipótese de trabalho: se for verdade que o campo de estudo e ação mais importante da filosofia marxista consistiu na análise das formas de domínio do mais forte sobre o mais fraco, a grande intuição de Antonio Gramsci parece ter oferecido um dos legados mais frutíferos, que reside, sobretudo no reconhecimento de como, em pleno século XX, surgiam novas formas de dominação para além do contexto estrutural, afetando diretamente a superestrutura ideológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paolo Ercolani, Professor de História a Filosofia na Universidade de Urbino, Itália. É editor da revista Critical Liberal, além de fundador e membro do comitê científico do Observatório filosófico (www.filosofiainmovimento.it).

Tradução do original em italiano de João Victor Moré Ramos, doutorando no Programa de Pós-Graduação em Geografia - Universidade Federal de Santa Catarina.

Publicado
2020-06-29