VÍTIMAS, AGRESSORES E PROCESSOS INTERVENTIVOS

ANÁLISE DE ARTIGOS, ENTRE 2004-2018

Palavras-chave: Banco de Dados, Estudos de Intervenção, Violência

Resumo

A discussão sobre os impactos na vida das vítimas decorrentes de agressão constitui um problema de saúde pública e um importante espaço para discussão na saúde coletiva, principalmente em programas de intervenção. Trata-se de uma revisão da literatura, entre 2004 e 2018, utilizando o banco de dados da SCIELO, com os descritores agressor, agressores, intervenção em agressor/agressores, perfazendo um total de 189 de 386 artigos, selecionados em português, espanhol e inglês. Destacou-se que 78,22% da autoria é do sexo feminino e a maioria dos estudos são pesquisa de campo (61,38%), quantitativos (72,53%) com ênfase na descrição dos resultados (73,02%) com foco em pesquisas com violência doméstica ou bullying. Contudo sobre as intervenções foi encontrado uma baixa prevalência entre as publicações analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-11-30
Seção
Relatos de pesquisas e boas práticas