A TEORIA POLÍTICA DE MAQUIAVEL: O POSTULADO DA MATERIALIDADE DA AÇÃO

  • Marcone Costa CERQUEIRA (UFSC)

Resumo

Nosso artigo aborda a intrínseca relação entre ética e política no pensamento maquiaveliano, articulando-o a uma contraposição à tradição ético-político presente na teoria política agostiniana, e como superação desta, na forma como ainda se via presente no humanismo cívico italiano. A hipótese teórica de nossa abordagem guia-se pela relação entre o formal (intencionalidade - querer) e o concreto (materialidade - agir) da ação política. Tal relação entre o formal e o concreto da ação política será analisada, a partir de três eixos: o antropológico (do fim homem), o epistemológico (do fim da lei) e o político (do fim da ação). Partindo desta análise da ação política pretendemos demonstrar que o pensamento maquiaveliano pode ser tomado como inaugurador de uma concepção moderna (e realista) do agir político por superar, em termos viscerais, a predominância formal presente na construção ético-político agostiniana - dominante no medievo e ainda percebida no humanismo cívico italiano - assentando novas bases para a materialidade da ação no contexto político.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-14