A ESTETIZAÇÃO DA IDEOLOGIA CÍNICA

  • Ana Carolina Nunes SILVA (UFOP)
Palavras-chave: Estética. Cinismo. Slavoj Zizek. Crítica. Ideologia.

Resumo

Este artigo busca analisar os efeitos estéticos que surgem do diagnóstico do filósofo esloveno Slavoj Zizek, sobre o conceito de ideologia cínica. Segundo Zizek, tal conceito não corresponde mais à definição clássica de ideologia, ou seja, de um discurso que mascara seus reais interesses. Ao contrário da forma tradicional, a ideologia cínica não oculta seus interesses particulares por trás de uma aparente universalidade ideológica, mas os assume claramente. Na sociedade capitalista contemporânea, onde emerge tal ideologia, a crítica à mimesis ou a “fascinação” fetichista da realidade social tornou-se obsoleta. Este aspecto fica como fica evidente em alguns elementos da cultura capitalista como os ready-mades, a pop art, o design, os quadrinhos, o cinema comercial, a moda, a publicidade, e o entretenimento televisivo. A arte contemporânea é uma espécie de “estetizaçao”da insuficiência do desvelamento da ideologia tão almejada pelo programa estético da arte moderna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Nunes SILVA (UFOP)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Publicado
2014-12-19
Seção
Artigos