FALIBILISMO E ATRIBUIÇÕES DE CONHECIMENTO CONCESSIVO

  • Tiegue Vieira RODRIGUES (PUCRS)
Palavras-chave: Jason Stanley. Falibilismo. Conhecimento. Contextualismo. Tese do Conhecimento para Asserções. Atribuições de Conhecimento Concessivo.

Resumo

Neste artigo Jason Stanley desafia a alegação feita por Lewis de que a
semântica contextualista para “saber” oferece a melhor explicação para a estranheza causada pela alegação falibilista. Stanley pretende, então, explicar a estranheza do falibilismo sem necessariamente abraçar o contextualismo. Para isso, ele recorre à Tese de Conhecimento de Asserção e conclui que a motivação contextualista de Lewis não é convincente, uma vez que não é preciso recorrer à semântica para explicar a estranheza do falibilismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiegue Vieira RODRIGUES (PUCRS)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Publicado
2014-12-17
Seção
Tradução