Acesso aos procedimentos cirúrgicos em uma unidade de saúde da família: uma iniciativa para melhorar o cuidado e o acesso a unidades básicas de saúde

  • Dimítra Lengruber Sesquim Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Vitória, EMESCAM. Vitória, ES
  • José Lucas Souza Ramos Laboratório de Escrita Científica, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Vitória, EMESCAM. Vitória, ES
  • Gustavo Carreiro Pinasco Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Vitória, EMESCAM. Vitória, ES
  • Marianna Tamara Nunes Lopes Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Vitória, EMESCAM. Vitória, ES
  • Marcello Dala Bernadina Dalla Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (SESA), Preceptor da Residencia em Medicina de Família e Comunidade. Escola Superior de Ciencias da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, EMESCAM. Secretaria Municipal de Saúde de Vitória, ES
  • Marcelo Santana Vetis Residência em Medicina de Família e Comunidade, Escola Superior de Ciencias da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, EMESCAM
  • Italla Maria Pinheiro Bezerra Bolsista CAPES Brasil. Setor de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação, Centro Universitário Saúde ABC, CUSABC. Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, EMESCAM. Vitória, ES
Palavras-chave: atenção primária à saúde, procedimentos cirúrgicos, medicina de família, saúde e comunidade

Resumo

O estudo descreve a implantação de pequenos procedimentos cirúrgicos realizados por médicos residentes em uma Unidade de Saúde da Família. Trata-se de um relato de experiência realizado na cidade de Vitória, Espírito Santo, Brasil, descrevendo a introdução de pequenos procedimentos cirúrgicos pelo programa de residência médica em Medicina de Família e Comunidade em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. As unidades selecionadas não tinham espaço para pequenos procedimentos cirúrgicos ou os materiais  necessários. Evidenciou-se que a população demandava queixas cirúrgicas sem resolução das mesmas, sendo esses pacientes encaminhados para outras especialidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Brasil. Ministério da Saúde. Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes, e dá outras providências. [cited 2018 Oct 28] Available from: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm

2. Gusso GDF, Lopes JMC. Tratado de Medicina de Família e Comunidade: Princípios, Formação e Prática. Porto Alegre: Artmed, 2012.

3. Lanza FM, Lana FCF, Carvalho APM, Davi RFL. Ações de controle da hanseníase: tecnologias desenvolvidas nos municípios do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Rev Enferm Centro-Oeste Mineiro. 2011;1(2):164-75. DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v0i0.82

4. Starfield B. Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: Unesco, 2002.

5. Marinho A, Cardos SS, Almeida VV. A economia das filas no sistema único de saúde (SUS) brasileiro. Brasília: IPEA, 2009.

6. Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC). Currículo Baseado em Competências para medicina de Família e Comunidade, 2014.

7. Tiago RSL, Salgado DC, Corrêa JP, Pio MRB, Lambert EE. Corpo estranho de orelha, nariz e orofaringe: experiência de um hospital terciário. Rev Bras Otorrinolaringol. 2006;72(2):177-81. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000200005

8. Moura BLA, Cunha RC, Fonseca ACF, Aquino R, Medina MG, Vilasbôas ALQ, et al. Atenção primária à saúde: estrutura das unidades como componente da atenção à saúde. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2010;10(Supl. 1):S69-81. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292010000500007

9. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). [cited 2018 Oct 28] Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt2488_21_10_2011.html

10. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Procedimentos. Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

11. Lima DLP, Coelho VCS, Siqueira JP, Cavalcanti PP. Implantação do aconselhamento sobre DST, HIV e hepatites virais no planejamento familiar: relato de experiência. Rev Enferm UFPE. 2015;9(1):7175-9. DOI: http://dx.doi.org/10.5205/reuol.7505-65182-1-RV.0903201521

12. Carneiro RF, Silva NC, Alves TA, Brito DC, Oliveira LL. Educação sexual na adolescência: uma abordagem no contexto escolar. Sanare. 2015;14(1):104-8.

13. Duarte MTC, Ayres JA, Simonetti JP. Consulta de enfermagem: estratégia de cuidado ao portador de hanseníase em atenção primária. Texto Contexto Enferm. 2009;18(1):100-7. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072009000100012

14. Kanno NP, Bellodi PL, Tess BH. Profissionais da Estratégia Saúde da Família diante de demandas médico-sociais: dificuldades e estratégias de enfrentamento. Saúde Soc. 2012;21(4):884-94. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902012000400008

15. Costa JP, Jorge MSB, Vasconcelos MGF, Paula ML, Bezerra IC. Resolubilidade do cuidado na atenção primária: articulação multiprofissional e rede de serviços. Saúde Debate. 2014;38(103):733-43. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0103-1104.20140067

16. Vasconcelos FGA, Zaniboni MRG. Dificuldades do trabalho médico no PSF. Ciênc Saúde Coletiva. 2011;16(Suppl 1):1497-1504. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000700085

17. Braga DC, Bortolini SM, Barazetti G, Viel J, Vebber SS. Procedimentos cirúrgicos ambulatoriais realizados na Atenção Primária. An Congr Sul-Bras Med Fam Comunidade. 2014:169.

18. Bezerra IMP, Sorpreso ICE. Concepts and movements in health promotion to guide educational practices. J Hum Growth Dev. 2016;26(1):11-20. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.113709

19. Bezerra IMP. Translational medicine and its contribution to public health. J Hum Growth Dev. 2017;27(1):6-9. DOI: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.127642

20. Abreu LC, Pereira VX, Silva RPM, Macedo Junior H, Bezerra IMP. The right to scientific information: one of the main elements of the unified health system. J Hum Growth Dev. 2017; 27(3):258-61. DOI: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.141485
Publicado
2019-11-05
Seção
ORIGINAL ARTICLES