Um ensaio sobre a autodeterminação individual

  • Margarete Afonso Laboratório de Delineamento de Estudos e Escrita Científica. Centro Universitário Saúde ABC. Santo André. São Paulo
  • Ernane Pedro Matos Barros Laboratório de Delineamento de Estudos e Escrita Científica. Centro Universitário Saúde ABC. Santo André. São Paulo./ Universidade Federal do ABC. São Bernardo do Campo. São Paulo
  • Matheus Paiva Emidio Cavalcanti Laboratório de Delineamento de Estudos e Escrita Científica. Centro Universitário Saúde ABC. Santo André. São Paulo
  • Mariane Albuquerque Lima Ribeiro Laboratório de Delineamento de Estudos e Escrita Científica. Centro Universitário Saúde ABC. Santo André. São Paulo/ Universidade Federal do Acre. Rio Branco. Acre
Palavras-chave: autogestão, sexo, identidade de gênero, sexualidade, autonomia pessoal

Resumo

Existem diversas compreensões acerca do papel da identidade de gênero do ser humano no espaço científico, essa discussão correlaciona definições tanto de base social quanto biológica. A atual confusão na conceptualização de “sexo” e “gênero” demonstra a necessidade de uma análise comparativa do vocabulário dinâmico científico, assim como, a inserção de um ponto de vista histórico, social e cultural interdisciplinares em conjunto com a visão biológica fora de uma lógica binária normativa. O vocábulo “gênero” pode ser definido como a construção social do sexo, diferenciando-se da variável “sexo” porque esta se refere a uma dimensão biológica da caracterização anatomo-fisiológica dos seres humanos, reconhecida como essencial e inata na determinação das distinções entre macho e fêmea. Por isto, o JHGD apresenta uma diversidade temática que tem como foco questões voltadas à saúde pública, demonstrando a necessidade do desenvolvimento de conhecimento e consciência para gerar impacto nas estratégias de políticas públicas, visando a universalidade, equidade e a integralidade nas pesquisas científicas que envolvem sexo e gênero, e seus impactos nas ciências da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Descritores em Ciências da Saúde (DeCS). Gênero. BIREME / OPAS / OMS. [cited 2017 Jun 13] Available from: http://decs.bvs.br/

2. Olinto MTA. Reflexões sobre o uso do conceito de gênero e/ou sexo na epidemiologia: um exemplo nos modelos hierarquizados de análise. Rev Bras Epidemiol. 1998;1(2):161-9. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X1998000200006

3. Lucena KDT, Tristán-Cheever E. Gender and violence: contributions to the debate.J Hum Growth Dev. 2018; 28(2):109-112. DOI: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.147315

4. Laqueur T. Inventando o sexo: corpo e gênero dos gregos a Freud. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

5. Aquino EML. Gênero e saúde: perfil e tendências da produção científica no Brasil. Rev Saúde Pública. 2006;40(spe):121-32. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006000400017

6. Heilborn ML. De que gênero estamos falando? Sexualidade, Gênero e Sociedade. CEPESC/IMS/UERJ. 1994;1(2).

7. Scott JW. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educ Realidade. 1995;20(2):77-99.

8. Oka M, Laurenti C. Entre sexo e gênero: um estudo bibliográfico-exploratório das ciências da saúde. Saúde Soc. 2018;27(1):238-51. http://dx.doi.org/10.1590/s0104-12902018170524

9. Sampaio J, Santos GC, Agostini M, Salvador AS. Limites e potencialidades das rodas de conversa no cuidado em saúde: uma experiência com jovens no sertão pernambucano. Interface. 2014;18(Suppl 2):1299-1311. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622013.0264

10. Aquino EML, Barreto-de-Araújo TV, Menezes GMS, Marinho LFB. Epidemiologia, sexualidade e reprodução. [cited 2017 Jun 13] Available from:https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2215398/mod_resource/content/1/CAP% 2052%20Sexualidade%20e%20Reprodu%C3%A7%C3%A3o%2016.09.10.pdf

11. Araújo MAL, Andrade RFV, Cavalcante CS, Pereira KMC. Violência de gênero em mulheres com diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis no Nordeste do Brasil. Rev Baiana Saúde Pública. 2012;36(3):713-26.

12. Saffioti HIB. Contribuições feministas para o estudo da violência de gênero. Cad Pagu. 2001;16:115-36.

13. Moraes LM, Campos LA, Ferrari DVJ, Saeki EK, Polettini J, Morceli G. Maternal age influence in human colostrum acidity composition in a maternity in a country side city of São Paulo state. J Hum Growth Dev. 2019;29(2): 153-160. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9414

14. Costa L, Rubio KL, Lopes SMA, Tanoueye ATA, Bertolini SMMG, Branco BHM. Effects of 12 weeks of interdisciplunary interventions on behavioral and eating parameters of adolescentes with overweight or obesity. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2):177-186 DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9417

15. Santos K, Isoppo N. Risk and protective factors for childhood asthma and wheezing disorders in the first 1000 days of life: a systematic review of meta -analyses. J Hum Growth Dev. 2019;29(2):136-152. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9413

16. Silva LC, Marques I, Medina-Papst J. Effect of object weight and experience on the organization of object managment task in infants of 10 months of age. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 192-199. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9419

17. Nascimento AL, Tedesco NM, Marangoni DAS. Evidence of training influence on infant manual behavioe: a systematic review. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2):216-231. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9425

18. Lima LMM, Vianna RPT, Moraes RM. Spatial and Spatio- Temporal analyis of congenital malformations of nervous systems in the state of Paraiba from 2010-2016. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 169-176. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9416

19. Rodrigues EC, Alves BCA, daVeiga GL, Adami F, Carlesso JS, Figueiredo FWS, Azzalis LA, Junqueira VBC, Fonseca FL. Neonatal mortality in Luanda, Angola: What can be done to reduce it? J Hum Growth Dev. 2019; 29(2):161-168. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9415

20. Pastro DOT, Farias BP, Garcia OAG, Gambichler BS, Meneguetti DUO, Silva RSU, Prenatal quality and clinical condition of newborns exposed to syphilis. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 249-256. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9429

21. Calderon MG, Lemos CMB, Alem MD, Pinelli TC, Raimundo RD. Complete Androgen Insensitivity Syndrome, and Literature Review. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 187-191. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9418

22. Sesquim DL, Ramos JLS, Pinasco GC, Lopes MTN, Dalla MDB, Vetis MS, et al. Access to minor surgical procedures in a community family health unit: an initiative for improving care and acess as basic health units. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 257-262. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9430

23. Damasceno MR, Bezerra IMP, Nazaré LN, Mendes AA, de Abreu LC. Dynamics of psychopharmaceutical use and relationship with psychoanalytic psychotherapy in the mental health interface: an integrative review. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 274-283. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9432

24. Batista HMT, Silveira GBM, Campos MF, Carlesso JS, Valenti VE, Bezerra IMP, et al. Fractality and chaotic behavior of heart rate variability as hypotension predictors after spinal anestesia: Study protocol for a randomizd controlled trial. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 284-294. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9433

25. Guerra M, Zangirolami-Raimundo J, Sarmento GJV, Salatini R, Silva PJ. Cardiac autonomic modulation during different modes of weaning of mechanical ventilation. J Hum Growth Dev. 2019; 29(2): 232-240. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9427

26. Nardino EP, Kafejian-Haddad AP, Silva DAP, Correa JA. Efficacy Evaluation of a non-human experimental model for ultrasound-guided superficial venous puncture: clinical randomized assay. J Hum Growth Dev. 2019:29(2): 241-248. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9428

27. Martins MA, Neves NA, Moss T, Martins WH, Pereira GV, Pessôa KVO, et al. Cross cultural adaptation into Brazilian Portuguese language of Derriford Appearance Scale 24 (DAS – 24) for people living with HIV/AIDS. J Hum Growth Dev. 2019;29(2): 200-215. DOI: http://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9421
Publicado
2019-11-05
Seção
EDITORIAL