A estrutura reguladora da crítica e o progresso da história em Kant

  • Massimo MARASSI Catholic University
Palavras-chave: história, Iluminsimo, sistema crítico, idealidade, esquema, história da razão

Resumo

A filosofia da história de Kant coleta o legado do contexto do Iluminismo, e, ao mesmo tempo, é uma expressão da estrutura sistemática do conhecimento crítico. Portanto, a reflexão sobre a história inclui muitos temas que vão da liberdade moral ao progresso da cultura e à realização da lei, enquanto a providência e o projeto da natureza guiam seu curso. A história, portanto, está totalmente integrada na estrutura argumentativa do sistema crítico. Neste ensaio, pretendemos considerar apenas a relação entre o conhecimento regulador e o progresso histórico. Isto indica imediatamente a parcialidade desta perspectiva, o que nos permite, contudo, destacar a centralidade de três características principais na elaboração da primeira Crítica, a saber, idealidade, esquema, história da razão.

Recebido / Received: 6 de julho de 2020 / 6 July 2020
Aceito / Accepted: 10 de julho de 2020 / 10 July 2020

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Massimo MARASSI, Catholic University

Teaches Theoretical Philosophy at the Catholic University of Milan. He worked on German neo-scholasticism (Rahner, Lotz) and hermeneutics (Schleiermacher, Heidegger, Grassi, Gadamer). He studied the notions of eloquence, wisdom, morality and history in Italian humanism (Leonardo Bruni, Leon Battista Alberti e Giambattista Vico).

Publicado
2020-07-15
Seção
Artigos/Articles