Educação em Revista http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista <p><strong>Educação em Revista</strong>&nbsp;é organizada sob a responsabilidade dos docentes do&nbsp;Departamento de Administração e Supervisão Escolar (DASE) da Universidade Estadual Paulista - Unesp, campus de Marília, e de seus editores na universidade. É destinada à veiculação de trabalhos inéditos, na forma de artigos, resenhas e relatos de experiências, visando assim à difusão de conhecimentos científicos, resultados de pesquisas produzidas em universidades, centros e grupos de pesquisa.&nbsp; ISSN online&nbsp;2236-5192&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; ISSN impresso 1518-7926</p> pt-BR educacaoemrevista@marilia.unesp.br (Educação em Revista) labeditorial.marilia@unesp.br (Laboratório Editorial) Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 OJS 3.1.1.2 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Editorial http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/9111 <p>A Educação em Revista tem o prazer de publicar o número 1, volume 20 que apresenta ao leitor sete artigos na área da Educação com diferentes enfoques: <br>Em “A Contribuição do PIBID/Ciências Sociais para a Formação do Professor de Sociologia” Luciana Aparecida de Araújo, Letícia Bernal Martins e Sueli Guadalupe de Lima Mendonça apresentam o relato de uma experiência bem sucedida que visou estreitar o diálogo da Universidade e das teorias do ensino com a Educação Básica. Os depoimentos dos Bolsistas de Iniciação à Docência e dos egressos evidenciam a importância do PIBID para a formação docente e para e melhoria do desempenho acadêmico dos alunos. <br>O artigo “A Abrangência das Pesquisas Brasileiras sobre Práticas Pedagógicas e Práticas de Ensino: considerações e posicionamentos teóricos” Luciana Ponce Bellido Giraldi e Marcia Cristina A. Perez resulta do esforço de mapear as tendências recentes dos estudos dedicados ao processo de ensino/aprendizagem. O levantamento demonstrou que as pesquisas mais afirmam a necessidade de inovações nas práticas pedagógicas do que compreendem os contextos escolares.<br>Emery Marques Gusmão e Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo complementam em “Representações Literárias da Violência contra a Criança na Obra do Escritor Brasileiro António de Alcântara Machado (1901-1935)” reflexões acerca das representações literárias da mulher e da criança. Sustentam que as obras Brás, Bexiga e Barra Funda (1927), Laranja da China (1928) e Mana Maria (edição póstuma, 1936) – escritas por António de Alcântara Machado (1901-1935) – retratam a violência física e simbólica que, embora moderada, envolvia a infância no início do século XX. Segundo as autoras, as punições e a coação aparecem nestas obras como a base da “boa educação” em todas as classes sociais.<br>Em “Cinema e Deleuze: atravessamentos possíveis no Ensino Superior e na Educação Básica” Angélica Neuscharank e Marilda Oliveira de Oliveira buscam contribuir para consolidar um campo de pesquisa emergente, os estudos sobre cinema e educação. Falas, interpretações, apontamentos de alunos da Pós Graduação em Educação e do nono ano (Ensino Fundamental e EJA) que assistiram aos mesmos filmes amparam reflexões conceitualmente atreladas ao pensamento de Gilles Deleuze. Segundo as autoras, a escola não deveria investir em narrativas fílmicas lineares, mas em fragmentações capazes de “disparar outros modos de pensar”, “desacomodações”, “estranhamentos”, sentidos e entendimentos que produzimos com o cinema. <br>“Programa Escola sem Partido: despolitização radical e redirecionamento ideológico na Educação Pública” de Leonardo Dorneles Gonçalves e Ricardo Gonçalves Severo documenta, registra e manifesta a posição dos autores face àquele que consideram um impasse decisivo para a educação. O texto sistematiza reflexões gradualmente desenvolvidas em palestras dos autores em escolas e universidades ao Sul do Brasil com o objetivo de explicitar os princípios ideológicos do programa.<br>O artigo “A Concepção de Gestão na Formação Escola de Gestores da Educação Básica do MEC: uma análise do programa” de Tania da Costa Fernandes e Juliana Utrera França problematiza a concepção de gestão veiculada pelo curso de especialização instituído pelo Ministério da Educação e Cultura em modalidade EAD, medida compensatória à defasagem da formação inicial dos gestores. Segundo as autoras, a ideia de democratização atrela-se a uma visão gerencialista que subordina a prática educativa aos interesses do capitalismo. <br>Em “O Perfil das Escolas Rurais do Município de Toledo – Paraná” Ana Carolina de Paula e Francis Mary Guimarães Nogueira apresentam minuciosa descrição das escolas e dos povoados em torno dos quais organizaram-se estas instituições de ensino; retomam dados históricos e a legislação educacional; concluem que embora façam parte do espaço rural, tais escolas “estão sob as mesmas condições materiais, físicas, financeiras e humanas que as demais escolas da rede municipal de ensino”, não dialogam com a identidade e a realidade da população rural e, na condição de instrumento ideológico do capitalismo, afirmam a necessidade de atualizações no meio rural.</p> Emery Marques Gusmão, Ana Clara Bortoleto Nery ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/9111 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 A Contribuição do PIBID/Ciências Sociais para a Formação do Professor de Sociologia http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7435 <p>Diante da falta de mudanças significativas nos modelos formativos de professores, ainda é possível encontrar uma fragmentação entre os níveis de ensino, com uma pequena parcela do currículo para o diálogo entre universidade e educação básica. As formações aligeiradas e de baixo custo, em conjunto com currículos tradicionais, direcionam os professores a uma atuação limitada, distanciando-o das teorias, base para atuação mais qualificada na escola. Buscando articular a prática e a teoria na escola, surge o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) em 2007, tendo como meta a formação inicial do professor da educação básica. Este texto é resultado de pesquisa desenvolvida no ano de 2016 e tem por objetivo analisar as contribuições do Pibid/Ciências Sociais, para o curso de licenciatura em Ciências Sociais, procurando ressaltar suas possibilidades e limites a serem superados. A partir de revisão bibliográfica e de trabalho de campo, foram realizadas entrevistas estruturadas com oito egressos e dois alunos participantes do projeto, com intuito de compreender suas vivências, opiniões e funcionamento do programa. Os resultados afirmam a importância do Pibid para formação docente, à superação do modelo de estágio tradicional e à melhoria do desempenho acadêmico do aluno.</p> <p>Recebido em: 11/07/2017.<br>Aprovado em: 02/12/2018.</p> Luciana Aparecida de Araújo Penitente, Letícia Bernal Martins, Sueli Guadelupe de Lima Mendonça ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7435 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 A Abrangência das Pesquisas Brasileiras sobre Práticas Pedagógicas e Práticas de Ensino: considerações e posicionamentos teóricos http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7628 <p>O objetivo deste texto foi identificar e analisar produções brasileiras dedicadas a estudar o ensino e as práticas pedagógicas. Para isso, foram organizadas revisões bibliográficas nas seguintes bases de dados: CAPES/MEC, SciELO e Ibict. Foram analisados 28 trabalhos, selecionados conforme critérios previamente estabelecidos. Foi possível concluir que as pesquisas sobre práticas pedagógicas perpassaram um número variado de temáticas, o que torna difícil o processo de constituição coletiva de conhecimentos resultantes de tais estudos. Além disso, as investigações localizadas referenciam, a priori, a necessidade de mudanças e/ou inovações em práticas docentes, muitas vezes, ainda sem apreender o que tem sido feito concretamente em salas de aula. Pontua-se por fim que não foram localizadas pesquisas que relacionassem as ações de alunos e as práticas docentes em contextos escolares concretos. </p> <p>Recebido em: 18/02/2018.<br>Aprovado em: 13/06/2019.</p> Luciana Ponce Bellido Giraldi, Marcia Cristina A. Perez ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7628 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 Representações Literárias da Violência contra a Criança na Obra do Escritor Brasileiro António de Alcântara Machado (1901-1935) http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7611 <p>Pretende-se evidenciar que a humanização das relações que envolvem a infância, o respeito e a acuidade em relação às especificidades do pensamento e dos sentimentos infantis são fatos relativamente recentes e só atualmente luta-se contra todas as formas de violência. O presente texto recupera as representações literárias da infância na obra do escritor modernista Antônio de Alcântara Machado escrita no início do século XX, momento em que a criança era vista como herdeira da propriedade privada e do bom nome da família ou combatia-se os incômodos trazidos por ela por meio da pedagogia do trabalho – em ambos os casos os pais (pertencentes à elite ou às classes populares) impunham as palmadas como recurso educativo.</p> <p>Recebido em: 15/01/2018.<br>Aprovado em: 15/12/2018.</p> Emery Marques Gusmão, Tania Suely Antonelli Marcelino Brabo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7611 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 Cinema e Deleuze: atravessamentos possíveis no Ensino Superior e na Educação Básica http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/8584 <p>O presente estudo compartilha algumas proposições e experimentações com o cinema em uma disciplina da pós-graduação em Educação, e no espaço da escola com estudantes do Ensino Fundamental, anos finais. Fez-se um recorte das leituras e movimentos realizados a partir das experiências com três narrativas fílmicas: “O preço do amanhã” (2011), “Medianeras” (2011) e “O doador de memórias” (2014), friccionados às noções que o filósofo Gilles Deleuze propôs sobre o cinema. Enquanto processo metodológico adotou-se a garimpagem como possibilidade de produção dos dados e desta escrita, pois recolhemos e problematizamos os elementos que nos afetaram no decorrer dos encontros, como: falas, leituras, fragmentos dos filmes e escritas, para pensar a concepção de cinema na educação. O movimento proposto foi olhar para os filmes como mobilizadores do pensamento, ao situar como problemática a questão – como as imagens fílmicas podem acionar o pensamento e produzir escritas para pensar a educação? Como resultado apresentamos as produções de sentido ativadas pelos estudantes e pelas pesquisadoras a partir das três películas, como um modo de pensar, mas também de olhar para as imagens nas suas distorções, em suas incipiências, não na busca de uma verdade, de uma essência, mas na medida em que ver é permitir ir além do campo visível, em que ver é movimentar o pensamento e também criar.</p> <p>Recebido em: 05/01/2019.<br>Aprovado em: 21/02/2019.</p> Angélica Neuscharank, Marilda Oliveira de Oliveira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/8584 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 Programa Escola sem Partido: despolitização radical e redirecionamento ideológico na Educação Pública http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7506 <p>Analisamos o programa Escola Sem Partido considerando suas características históricas, fundamentos e proposições. Explicitar os princípios ideológicos do programa, ao contrário do discurso de neutralidade proferido por seus principais representantes, e alertar para as consequências ao caráter público da educação brasileira constituem-se como objetivos deste texto. Considerando os trabalhos de Fernandes (1976), Iasi (2011), Marenco (2014), Singer (2012), entre outros, o trabalho foi produzido a partir de palestras e conferências de seus autores para estudantes e professores junto a escolas e universidades no Sul do Brasil. Entendemos que o programa Escola Sem Partido, a despeito da retórica em prol da neutralidade política e científica, guarda relações com orientações conservadoras, religiosas e de grupos sociais ligados a partidos que, no espectro político brasileiro, se situam à direita. Por isso, sua atuação tem posição ideológica clara e explícita no combate aos postulados que sustentam a democracia, o acesso ao amplo conhecimento científico, atingindo as possibilidades da formação humana de crianças e jovens nas escolas públicas brasileiras.</p> <p>Recebido em: 12/11/2017.<br>Aprovado em: 13/06/2019.</p> Leonardo Dorneles Gonçalves, Ricardo Gonçalves Severo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7506 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 A Concepção de Gestão na Formação Escola de Gestores da Educação Básica do MEC: uma análise do programa http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7618 <p>Resultante de uma pesquisa bibliográfica e documental e pautado numa abordagem crítica materialista, este artigo tem como objetivo apresentar aspectos gerais que caracterizam o curso de especialização em gestão escolar, oferecido pelo Ministério da Educação, no Programa Escola de Gestores da Educação Básica, problematizando sua concepção de gestão. Como resultado da análise, verifica-se que as diretrizes do curso se ancoram, sobretudo, numa concepção neoliberal, com destaque para a gestão gerencialista, que se justifica necessária para corresponder às novas demandas para a educação. Contudo, ao considerar que esta concepção gerencialista se opõe aos princípios da gestão democrática – garantida na Constituição Federal (1988) e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), 1996 – e, por isso, reduz a formação continuada de gestores escolares aos ditames da competitividade, produtividade e meritocracia, o artigo busca colaborar para a reflexão de educadores e gestores quanto às potencialidades e fragilidades de uma formação conforme o perfil definido no programa escola de gestores da educação básica.</p> <p>Recebido em: 16/02/2018.<br>Aprovado em: 13/06/2019.</p> Tania da Costa Fernandes, Juliana Utrera França ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/7618 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 O Perfil das Escolas Rurais do Município de Toledo – Paraná http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/8476 <p>O presente artigo objetiva apresentar um panorama das condições vigentes nas Escolas Rurais do Município de Toledo/PR. As informações foram obtidas por meio de observações e complementadas pela pesquisa de caráter bibliográfica a fim de analisar a concepção das escolas localizadas nas áreas rurais do município de Toledo/PR. Face ao embasamento teórico e empírico, conclui-se que as Escolas Rurais estão subordinadas às escolas urbanas tanto do ponto de vista da lógica quanto da concepção de educação; deste modo, ocorre a descaracterização das escolas localizadas nas áreas rurais de Toledo/PR e o distanciamento do processo formativo em relação à identidade e à realidade da população rural.</p> <p>Recebido em: 18/12/2018.<br>Aprovado em: 13/06/2019.</p> Ana Carolina de Paula, Fracis Mary Guimarães Nogueira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/8476 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300 Normas para publicação http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/9112 <p>Educação em Revista&nbsp;possui periodicidade semestral, com circulação nacional e internacional e tiragem de 300 exemplares. Além de sua publicação em papel, está disponível on-line. Organizada sob a responsabilidade dos docentes do&nbsp;Departamento de Administração e Supervisão Escolar (DASE) da Universidade Estadual Paulista - Unesp, campus de Marília, e de seus editores na universidade, é destinada à veiculação de trabalhos inéditos, na forma de artigos, resenhas e relatos de experiências, visando assim à difusão de conhecimentos científicos, resultados de pesquisas produzidas em universidades, centros e grupos de pesquisa.</p> Emery Marques Gusmão ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/educacaoemrevista/article/view/9112 Fri, 28 Jun 2019 00:00:00 -0300