Infância, escola e família: cuidado e proteção de crianças em situação de risco em lares de pais dependentes de drogas

  • Ione da Silva Cunha Nogueira Universidade Federal de Mato Grosso do Sul http://orcid.org/0000-0003-4179-2166
  • Silvana Alves da Silva Bispo Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Criança, Direitos, Família

Resumo

Os direitos de crianças e adolescentes estão garantidos pela legislação brasileira que em relação a esse assunto, é uma das mais avançadas do mundo. Diversas pesquisas demonstram que muitos desses direitos ainda são violados e as diferenças de classe social apresentam-se como fator de violência. Esse artigo faz a análise dos dados coletados em uma escola pública no município de Três Lagoas/MS, a fim de compreender o impacto da situação familiar na efetivação da proteção e do cuidado com a criança, conforme descrita na legislação. A realidade presenciada demonstra que muito ainda precisa ser feito em termos de conscientização sobre os direitos de crianças e adolescentes e sobre formas de prevenção à violação desses direitos.

Recebido em:17/09/2019
Aprovado em: 23/01/2020

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ione da Silva Cunha Nogueira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Professora Adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Doutora em Educação pela Unesp de Marília, Mestre em Educação e Licenciada em Pedagogia pela Unesp de Araraquara
Silvana Alves da Silva Bispo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestre em Educação pela UFMS, Doutora em Letras pela Universidade Mackenzie. Professora Adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus de Três Lagoas/MS 

Referências

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sara. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e seus métodos. Porto: Porto Editora, 1994.
BRASIL. Constituição da República Federativa. DOU, Brasília, 1988.
______. Lei n° 8069 de 13/07/1990 – Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília, 1990.
DUARTE, Clarice Seixas. Reflexões sobre a justiciabilidade do direito à educação no Brasil. In: HADDAD, Sérgio e GRACIANO, Mariângela (orgs.) A Educação entre os Direitos Humanos. Campinas/SP: Autores Associados/Ação Educativa, 2006.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE – Censo 2010–Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/v4/brasil/ms/tres-lagoas/panorama . Acesso em 11/07/2017.
KRAMER, S. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. 5. ed, - São Paulo: Cortez, 1995.
LEONARDO, Nilza Sanches Tessaro; LEAL, Záira Fátima de Rezende; ROSSATO, Solange Pereira Marques. A naturalização das queixas escolares em periódicos científicos: contribuições da Psicologia Histórico­Cultural. Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 163­171, abr. 2015. ISSN 1413­8557.
LINHARES, M. B. M., PARREIRA, V. L. C., MATURANO, A. C.; SANT’ANNA, S. C. Caracterização dos motivos da procura de atendimento infantil em um serviço de psicopedagogia clínica. 1993. Medicina Ribeirão Preto. 26 (2), 148-160. Disponível em: Acesso em: 8 fev. 2016.
LODOÑO, Fernando Torres. A origem do conceito Menor. In: DEL PRIORE, Mary. (org) História da criança no Brasil. 3. ed. São Paulo: Contexto, 1995.
LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
MARCÍLIO, Maria Luiza. História social da criança abandonada. São Paulo: Hucitec, 1998.
_____. A lenta construção dos direitos da criança brasileira – Século XX. Biblioteca virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo, [sd]. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/27026/28800 > Acesso em: 12 de julho de 2017.
PASSETI, Edson. O menor no Brasil Republicano. In: DEL PRIORE, Mary. (org.). Historia da criança no Brasil. 3. ed. São Paulo: Contexto, 1995.
PINHEIRO, Ângela de Alencar Araripe. A criança e o adolescente, representações sociais e processo constituinte. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 9, n. 3, p. 343-355, set./dez. 2004.
REZENDE, Maria José de. As desigualdades no Brasil: uma forma de violência insuperável? As reflexões de Manoel Bonfim, Euclides da Cunha, Fernando de Azevedo e Josué de Castro. In: SCHILLING, Flávia. Direitos Humanos e Educação: outras palavras, outras práticas. São Paulo: Cortez, 2005.
RIZZINI, Irene. O século perdido – raízes históricas das políticas públicas para a infância no Brasil. 2ª Ed. São Paulo: Cortez, 2008.
Publicado
2020-03-17
Seção
Artigos