Horace Lane, a comitiva paulista e a exposição internacional de educação em Saint Louis em 1904

  • José Veloso dos Santos Universidade Estadual Paulista, Campus Marília
  • Ana Clara Bortoleto Nery Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília.
Palavras-chave: Exposição internacional de educação, Horace Lane, Instrução pública paulista

Resumo

Em 1904, o Centro do Professorado Paulista em parceria com o Senado Estadual e a escola Americana, selecionou e enviou uma comitiva para a Exposição Internacional de Educação que aconteceu na cidade de Saint Louis nos Estados Unidos da América. O objetivo do presente artigo é considerar o papel desempenhado por Horace Lane no aporte à formação da comitiva da instrução pública paulista para a Exposição de Saint Louis. Amparamos essa análise dialogando em torno dos agentes, suas práticas e suas apropriações no intuito de uma melhor compreensão do contexto escolar paulista no final do século XIX e início do século XX. As fontes utilizadas se constituem da seleção de documentos primários do protagonista, pesquisa histórica e revisão bibliográfica. A partir da discussão realizada conclui-se que embasados na ação de Horace Lane, as lideranças paulistas decidem enviar uma comitiva para Saint Louis a fim de observar os procedimentos metodológicos e adquirir material pedagógico em voga nos Estados Unidos e Europa para viabilizar a introdução dos mesmos na instrução pública paulista.

Recebido em: 13/05/2019
Aceito em: 22/07/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Veloso dos Santos, Universidade Estadual Paulista, Campus Marília

José Veloso dos Santos, Mestre em História da Educação, UNESP – Marília (Universidade Estadual Paulista, Campus Marília), Departamento de História e Filosofia, velosotupa@hotmail.com, Grupo de pesquisa GEPAEFE (Grupo de Estudos e Pesquisa em Administração da Educação e Formação de Educadores). 

Ana Clara Bortoleto Nery, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília.

Docente da UNESP, Graduação e Pós-Graduação. Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos (1990), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1994); doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1999); Pós-Doutorado pela Universidade de Lisboa (2005) e Pós-Doutorado pela Universidade de São Paulo (2008). Professora adjunta (livre-docente) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Referências

CAMBI, Franco. História da pedagogia. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Ed. UNESP, 1999.
CARVALHO, Marta Maria Chagas. Impressos e circulação de modelos pedagógicos: a difusão da pedagogia de Francis Parker na imprensa educacional paulista (2013). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 7., 2013, Cuiabá. Anais.. Disponível em:. Acesso em:14 maio 2018.
CATANI, Denice Barbara. Educadores a meia luz: um estudo sobre a revista de ensino da associação beneficente do professorado público de São Paulo. Bragança Paulista: Ed. EDUSF, 2003.
HILSDORF, Maria Lucia Spedo. Escolas Americanas de confissão protestante na Província de São Paulo: um estudo de suas origens. 1977. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1977.
HILSDORF, Maria Lucia Spedo. Francisco Rangel Pestana: jornalista, político, educador. 1986. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1986.
JAF, Ivan. A Corte portuguesa no Rio de Janeiro. São Paulo: Ática, 2001.
MACEDO, Oigres Leici Cordeiro de. Construção diplomática, missão arquitetônica: os pavilhões do Brasil nas feiras internacionais de Saint Louis (1904) e Nova York (1939). 2012. 268p. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
MONARCHA, Carlos. Escola normal da praça: o lado noturno das luzes. Campinas: Ed.UNICAMP, 1999. (Coleção Momento).
MONROE, Paul. História da educação. 10 ed. São Paulo: Nacional, 1988.
RAMALHO, Jether Pereira. Educação e uma interpretação sociológica da prática educativa de colégios protestantes no Brasil, no período de 1870-1940. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1976.
REIS FILHO, Casemiro. A Educação e a ilusão liberal: origens da escola pública paulista. Campinas: Autores Associados, 1995.
REVISTA DE ENSINO DA ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DO PROFESSORADO PÚBLICO DE SÃO PAULO, São Paulo, ano III, 1903.
RIBEIRO, Bonerges. A Igreja Presbiteriana no Brasil, da autonomia ao cisma. São Paulo: O Semeador, 1987.
ROCCO, Salvador et al. (Org.). Poliantéia comemorativa: 1846-1946 – primeiro centenário do ensino normal do estado de São Paulo. São Paulo: Bréscia, 1946.
ROSSI, Bruno Gonçalves. Atuação dos missionários das Igrejas Presbiterianas dos Estados Unidos do Brasil entre 1859 e 1888 e seu papel nas relações entre os dois países. 2009. 231f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Instituto de Relações Internacionais, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.
SANTOS, José Veloso. As Contribuições de Horace Lane na instrução pública paulista (1890-1910). 2011. 733p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquisa Filho”, Marília, 2011.
SANTOS, Paulo Coelho Mesquita; COSTA, Adilson Rodrigues. A Escola de Minas de Ouro Preto e as “Seções de Geologia” do Brasil nas Exposições Universais. Revista Escola de Minas. Ouro Preto, v. 59, n. 3, p. 347-353, jul./set. 2006.
SOUZA, Rosa Fátima. Templos de civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo (1890-1910). São Paulo: Ed. UNESP, 1998.
VALENTIM, Carlos Antonio. O Brasil e os brasileiros. Fides Reformata XV, n. 2, p. 97-107, 2010.
VIEIRA, Cesar Romero Amaral. Protestantismo e educação: a presença liberal norte-americana na reforma Caetano de Campos - 1890. 2006. 195f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Ciências Humanas, Piracicaba, 2006.
VIEIRA, David Gueiros. O Protestantismo, a maçonaria e a questão religiosa no Brasil. 2 Brasília: Ed. UNB, 1980.
WARDE, Mirian Jorge. Americanismo e educação: um ensaio no espelho. São Paulo em Perspectiva. São Paulo, v. 14, n. 2, p.37-43, apr./jun. 2000.
WARDE, Mirian Jorge. Oscar Thompson na exposição de St. Louis (1904): a exhibit showing “machinery for making machines”. In: FREITAS, Marcos Cesar. Os Intelectuais na história da infância. São Paulo: Cortez, 2002.
WARDE, Mirian Jorge. O Itinerário de formação de Lourenço Filho por descomparação. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, v. 3, n. 5, p. 126-160, jan./jun., 2003.
WARDE, Mirian Jorge. O Futuro está nas mãos da Psicologia e da pedagogia Cientifica (São Paulo, dos anos 10 aos anos trinta do século XX). 2004. Disponível em:. Acesso em: 14 maio 2018.
Publicado
2019-09-05
Seção
Artigos