Possibilidades da formação superior indígena a distância no instituto INSIKIRAN/UFRR: a lingua indígena em foco

  • Leila Adriana Baptaglin Universidade Federal de Roraima
  • Paulo Fernando de Lucena Borges Ferreira Universidade Federal de Roraima
Palavras-chave: Formação Superior. Educação à distância. Língua Indígena

Resumo

Este estudo tem por interesse compreender a necessidade da criação de Cursos Superiores de Língua Indígena à distância no Instituto Insikiran/UFRR. Visando adentrar em discussões teóricas que possibilitem melhor compreensão deste cenário buscamos trabalhar com estudos de Baniwa (2010), Bobbio (1992), Canclini (2004), Cavalcanti e César (2007), Fernandes (2008), Freitas (2003) e Meliá (1999), Maher (2007), McLAREN (2000). Para sistematização dos dados buscamos trazer, além das proposições teóricas uma pesquisa de campo com narrativas de professores do Insikiran/UFRR nas quais foi possível identificar proposições referente a Formação Superior Multicultural em Roraima; as necessidades formativas da Educação Superior Indígena em Roraima e a Formação superior de língua indígena a distância. Proposições estas que sinalizam para a importância do trabalho do Insikiran/UFRR e para as possibilidades a serem estruturadas para a concretização de propostas de Formação Superior em Língua indígena à distância.

Recebido em: 26/04/2019.
Aceito em: 26/06/2019.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leila Adriana Baptaglin, Universidade Federal de Roraima

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); professora na UFRR.

Paulo Fernando de Lucena Borges Ferreira, Universidade Federal de Roraima

Pedagogo, Professor de Português, Pós-graduado em Atendimento Educacional Especializado - AEE e Educação Inclusiva, Pós-graduando (em nível de Mestrado) em Letras, pela Universidade Federal de Roraima - UFRR.

Publicado
2019-09-05
Seção
Artigos