A educação de jovens e adultos no primeiro ano do século XXI

Maria de Fatima Felix ROSAR, Maria Regina Martins CABRAL

Resumo


Este texto trata, primeiramente, do histórico das concepções experienciadas na educação de jovens e adultos no Brasil entre a década de 1930 até o início da de 1990 com o Plano Decenal de Educação para Todos (1993), concluindo-se que a abundância de discursos, textos e documentos elaborados para a educação de jovens e adultos não correspondeu a ações efetivas por parte dos poderes públicos. Posteriormente são analisadas as propostas predominantes entre 1996 e 2001, por meio das quais se constata o desinteresse do Governo Federal nesse período para com a educação de jovens e adultos. Por último, considera-se a evasão escolar nesse nível de ensino e se formula várias sugestões para a superação desse problema, dentre as quais a de um novo currículo e a mobilização, através de um trabalho educativo a ser realizado em diversos segmentos sociais para motivar as pessoas, sem escolaridade e com mais de 15 anos, a procurarem os espaços governamentais e não governamentais a fim de aprenderem a língua escrita e os conhecimentos produzidos e sistematizados historicamente

Palavras-chave


Educação de jovens e adultos; ensino; currículo; conhecimento

Texto completo:

PDF


Universidade Estadual Paulista - Campus de Marília

Departamento de Administração e Supervisão Escolar

www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/educacaoemrevista