A ação comunicativa e a perspectiva democrática na educação¹

Cristiane LUDWIG², Amarildo Luiz TREVISAN³, Sueli Menezes PEREIRA

Resumo


este estudo analisa o contexto contemporâneo, caracterizado pela legitimação do capitalismo e de seus diversos mecanismos de alienação, e as possibilidades da educação na formação do sujeito autônomo e crítico. Aposta-se nas contribuições de Habermas, através de seu projeto da ação comunicativa e da interação reflexiva para o processo de formação do sujeito, frente ao estratégico avanço científico-técnico. Acredita-se que o potencial de racionalidade comunicativa, em contextos interativos do mundo da vida, possa auxiliar a educação a alcançar êxito no cumprimento de suas finalidades através da otimização desse potencial de racionalidade. A formação do sujeito articulado à ação comunicativa pode elucidar as inquietações evidenciadas no âmbito da educação, despertando novas significações para a esfera social.

Palavras-chave


globalização; ação comunicativa; interação; educação.

Texto completo:

PDF


Universidade Estadual Paulista - Campus de Marília

Departamento de Administração e Supervisão Escolar

www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/educacaoemrevista