Brazilian Journal of Information Science: research trends http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis <p>O Brazilian Journal of Information Science: Research Trends (BRAJIS) -- ISSN 1981-1640 -&nbsp; é uma revista científica de acesso aberto com periodicidade trimestral, publicada pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho"- UNESP, campus de Marília-SP.&nbsp;</p> <p>O Brazilian Journal of Information Science (BRAJIS) iniciou sua publicação com o v.0, n.0, de junho/dezembro de 2006.&nbsp;</p> <p>Os textos submetidos para publicação devem ser textos originais, no formato de artigo contendo resultados de pesquisa na área de Ciência da Informação, incluindo Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia. O texto pode estar escrito em português, inglês ou espanhol.&nbsp;</p> <p>A revista possui uma política de avaliação no sistema "blind review", e cada texto será encaminhado para avaliação por pelo menos dois <em>referees</em>.</p> <p>Brajis adota o modelo de acesso aberto, não há cobrança de taxas de submissão ou avaliação (APC).</p> <p>Copyright (c) Brazilian Journal of Information Science: research trends</p> <p><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/" rel="license"><img src="http://i.creativecommons.org/l/by-sa/4.0/88x31.png" alt="Creative Commons License"></a><br>This work is licensed under a&nbsp;<a href="http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/" rel="license">Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License</a>.&nbsp;</p> pt-BR <p>Submeter um artigo à revista Brazilian Journal of Information Science, dá plenos direitos à revista para publicação do referido texto, ou seja, o(s) autor(es) concordam automaticamente com a sua publicação. A responsabilidade do conteúdo do artigo é inteiramente do autor.</p> <p><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/" rel="license"><img src="http://i.creativecommons.org/l/by-sa/4.0/88x31.png" alt="Creative Commons License"></a><br>A BRAJIS adota o&nbsp; <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/" rel="license">Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License</a></p> brajis.marilia@unesp.br (Helen de Castro S. Casarin) labeditorial.marilia@unesp.br (Gláucio Rogério de Morais) Wed, 18 Dec 2019 10:59:09 -0200 OJS 3.1.1.2 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 EDITORIAL http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9560 <p>Editorial do quarto fascículo de 2019 da BRAJIS</p> Editor BRAJIS ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9560 Wed, 18 Dec 2019 10:56:28 -0200 ARQUIVOS DESLOCADOS http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9444 <p>Este artigo consiste num mapeamento de literatura em torno do tópico “arquivos deslocados”. Um dos problemas verificados consiste na ausência de um quadro conceptual claro, por a terminografia arquivística apresentar diversos termos para denominar um mesmo fenómeno. O objetivo deste artigo consiste em realizar uma prospeção e síntese de literatura em torno das caraterísticas, dimensão e contexto de utilização dos conceitos utilizados. Foram realizadas buscas na base de dados <em>Web of Science</em> (<em>WoS</em>), tendo como critérios de inclusão termos extraídos da terminologia arquivística em inglês e artigos científicos publicados entre 1953 a 2018 em revistas analisadas por pares. Metodologicamente, o artigo combina o mapeamento de literatura com uma revisão de escopo. Dos 160 artigos, foram incluídos 70, produzidos entre 1962 a 2018. Predominam temas associados com a descolonização e secessão, conflito armado e tráfico ilícito, tanto em contexto internacional como intranacional. Prevalecem estudos qualitativos, especialmente análises históricas e estudos de caso. Novos conceitos aparecem, como arquivos coloniais, arquivos confiscados e arquivos expatriados, não considerados pela terminografia arquivística. Para concluir, o conceito de "arquivo deslocado" permanece invisível junto da comunidade arquivística, especialmente lusófona, da qual não se obteve qualquer produção científica sobre o tópico.&nbsp;</p> L. S. Ascensão de Macedo ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9444 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 A TOOL FOR ASSESSING MULTILITERACY IN HIGHER EDUCATION http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9273 <p>This study describes the premises underlying Voremetur, a project conducted in the context of higher education. It hypothesises the need to support a competence education method adapted to new educational formulas (from e- to m-learning), new educational challenges (e-science, big data) and the convergent competences now characterised as info-communication literacy, which has favoured the transition from edu-communication to multiliteracy. Such competences should be organised into competence programmes, where the assessment of the beneficial results for learners and the university should be included as an essential element. The article discusses an assessment model for new literacies, including its conceptual framework, ideal evaluation tools and conversion into an ad hoc questionnaire. Lastly, the paper describes model application to a target group and analyses the results most relevant to information behaviour.</p> Jussara Borges ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9273 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 PRODUÇÃO CIENTÍFICA LATINO-AMERICANA EM ESTUDOS MÉTRICOS DA INFORMAÇÃO http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9282 <p>Esta pesquisa analisa a produção e o impacto internacional dos artigos científicos latino-americanos no campo dos Estudos Métricos da Informação, publicados entre 2011 e 2016. Identifica os países mais produtivos, os periódicos que veicularam essa produção, a intensidade do seu impacto científico, caracterizando a abrangência das citações recebidas, em âmbito nacional, regional ou mundial. Fundamenta-se na análise de citação a partir da perspectiva da amplitude da variação de citantes. Recuperaram-se, na base <em>Scopus</em>, 1.115 artigos com a presença de autoria de pesquisadores da América Latina, sendo 1.107 sob responsabilidade de 10 países considerados os mais produtivos. Identificaram-se 474 periódicos que publicaram estes artigos, com núcleo composto por 20 periódicos responsáveis pela disseminação de 380 (34%) do corpus de artigos. Para agrupar os 10 países mais produtivos, utilizou-se a análise de <em>cluster</em><em>.</em> A fim de verificar a abrangência do impacto da ciência produzida pelos países analisados, utilizou-se a análise dos citantes em nível macro (país). Observaram-se três clusters de países mais homogêneos quanto ao volume e impacto da produção e dois países isolados ? Brasil e Peru. Concluiu-se que as pesquisas latino-americanas são desenvolvidas por metade destes países, em especial pelo Brasil, ao ser responsável por mais da metade desta produção.</p> Maria Claudia Cabrini Grácio, Ely Francina Tannuri de Oliveira, Dietmar Wolfram ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9282 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 A RELAÇÃO DOUTORANDO-ORIENTADOR NA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9170 <p>Considerando o aumento da produção científica e tecnológica, a participação das Instituições de Ensino Superior no Brasil, este artigo busca analisar a relação doutorando-orientador na Ciência da Informação e sua participação na produção científica da Área. Por meio dos currículos Lattes dos doutores que tiveram suas teses adicionadas no Banco de Teses e Dissertações da Capes entre os anos de 2008 e 2012. Apresenta abordagem quantitativa e qualitativa, sendo, quanto aos objetivos, exploratória e descritiva, e quanto aos procedimentos bibliográfico e documental. Trabalha com <em>corpus </em>de pesquisa de 173 doutores após a busca dos currículos Lattes. Utiliza os conceitos de EMI (Bibliometria e Cientometria), na tabulação e análise dos dados após a extração dos currículos Lattes. Como resultado verificou-se baixa incidência de parceria com os orientadores na produção científica, assim como na participação em eventos e bancas. Também ficou evidente a evolução produtiva pós-doutorado entre grande parte dos doutorandos, com pouca incidência em bancas de avaliação.</p> Cleber da Silva André, Adilson Luiz Pinto ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9170 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 CONTRIBUIÇÃO METODOLÓGICA DOS ESTUDOS MÉTRICOS DA INFORMAÇÃO PARA A ANÁLISE DA INTERDISCIPLINARIDADE NAS CIÊNCIAS AMBIENTAIS http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9187 <p>Por meio de levantamento bibliográfico, o artigo apresenta uma reflexão sobre os aspectos teóricos conceituais sobre interdisciplinaridade e estudos métricos da informação e suas inter-relações com o desenvolvimento das Ciências Ambientais. Apresenta o surgimento das Ciências Ambientais, que foi uma resposta para a complexidade dos problemas ambientais, face à indissociabilidade entre sistemas antrópicos e naturais, que estão relacionados a problemas econômicos e sociais mediados pela ciência e tecnologia. Tais aspectos trouxeram à área características interdisciplinares intrínsecas, que foram retratadas em orientações específicas para observação da interdisciplinaridade nos programas de pós-graduação, mas sem o esclarecimento de como estes fatores seriam verificados. Observou-se que os estudos métricos da informação podem ser um indicativo para o desenvolvimento de indicadores interdisciplinares, sendo assim a contribuição deste artigo residiu em apresentar e validar um protocolo metodológico, com objetivo de gerar indicadores de análise para compreensão da interdisciplinaridade nos programas de pós-graduação da área de Ciências Ambientais, fundamentado nos estudos métricos da informação.</p> <div id="websigner_softplan_com_br" class="websigner_softplan_com_br" style="display: none;">&nbsp;</div> Daniele Belmont de Farias Cavalcanti, Breno Ricardo de Araújo Leite, Gabriela Belmont de Farias ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9187 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 GEOGRAPHIC AND DISCIPLINARY DISTRIBUTION OF THE BRAZILIAN'S PHD COMMUNITY http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9250 <p>The study of national academic characteristics is an imperative task for the understanding of national scientific production and the creation of effective science policy. Using a dataset of more than 3.2 million Brazilian curricula, we explore the academic community of PhDs working in Brazil in order to identify characteristics of the whole national network and in the knowledge area level. We used metrics from social network analysis and text mining techniques, as well as the patterns of collaboration between areas and the regional distribution of PhDs. The results show different general characteristics of the PhDs working in each Brazilian state and knowledge area, according to the social and economic characteristics of each of the five Brazilian regions. Different interaction profiles were described, like a less connected network in Linguistics, Letter, and Arts, in which each researcher is related, on average, to less than three other PhDs; on the opposite side, Agricultural Sciences each researcher is related, on average, to more than nine other PhDs of the network. It is clear that besides the capital and one or other major city, the Northeast Region is devoid of PhDs, a situation that is particularly problematic for the most destitute region of Brazil.</p> Luciano A. Digiampietri, Rogério Mugnaini, Caio Trucolo, Karina V. Delgado, Jesus P. Mena-Chalco, André Fontan Köhler ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9250 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200 SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE PESQUISA http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9275 <p>Este artigo analisa as características da ontologia do VIVO-ISF em relação ao seu uso no domínio de instituições universitárias brasileiras, a fim de subsidiar a utilização do ambiente VIVO como sistema de informação de pesquisa no Brasil. O trabalho identificou os objetivos, o escopo e características de modelagem da ontologia, levando em consideração aspectos em ontologias que beneficiam o desenvolvimento de aplicativos da web. Também analisou a ontologia quanto ao seu uso para descrever uma instituição brasileira, representada pela Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico), parte da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Os recursos, as unidades, as atividades e as posições administrativas da Fabico/UFRGS foram identificadas na forma em que foram definidas por documentos legais, como estatutos e regimentos; e foram descritas de acordo com a ontologia VIVO-ISF. O estudo concluiu que a ontologia VIVO-ISF foi desenvolvida a partir de uma base conceitual bem fundamentada, a partir do reuso da ontologia de alto nível Basic Formal Ontology (BFO), trazendo facilidades para representar o amplo domínio acadêmico e para a realizar de extensões que incorporam características institucionais locais. A ontologia também proporciona interoperabilidade, reutilizando classes genéricas de BFO e selecionando classes de ontologias de domínio populares, como FOAF, Event, BiBO. A ontologia também é capaz de representar uma instituição acadêmica brasileira, fornecendo uma estrutura semântica bem definida para integração de dados da web que agiliza o processo de colaboração interdisciplinar e interinstitucional para a formação de redes de pesquisa, incluindo instituições brasileiras.</p> Sandra Beatriz Rathke, Rafael Port da Rocha ##submission.copyrightStatement## http://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/9275 Tue, 17 Dec 2019 00:00:00 -0200