PANORAMA DAS PATENTES DEPOSITADAS NO BRASIL

UMA ANÁLISE A PARTIR DOS MAIORES DEPOSITANTES DE PATENTES NA BASE DERWENT INNOVATIONS INDEX

Palavras-chave: Patente, Produção técnológica, Brasil

Resumo

Os documentos de patentes configuram importantes fontes de informação, além de sua relevância industrial e econômica. O presente estudo analisa o depósito de patentes no Brasil, a partir dos maiores depositantes de patentes indexadas na base de dados Derwent Innovations Index (DII), no período de 2004 a 2016. O estudo é patentométrico com abordagem quantitativa e caráter descritivo, tendo o corpus formado pelos registros das patentes depositadas no Brasil, no escritório brasileiro de registro de patentes – Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) –, e que foram indexadas na base DII, no período destacado. A coleta dos dados resultou em um total de 208.064 registros. A partir dos registros coletados, criou-se uma base de dados em MySQL (sistema de gerenciamento de banco de dados) e utilizou-se softwares —Excel, Thesa e Vosviewer — para a padronização dos nomes das instituições depositantes de patentes, análise, mensuração e apresentação dos resultados. Ao longo do estudo, verificou-se predomínio de empresas multinacionais entre as maiores depositantes de patentes no Brasil, vinculadas às áreas da saúde, tecnologia de informação e eletrônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-06-28
Como Citar
MOURA, A. M.; GABRIEL JUNIOR, R.; MAGNUS, A. P.; SANTOS, F.; SCARTASSINI, V. PANORAMA DAS PATENTES DEPOSITADAS NO BRASIL. Brazilian Journal of Information Science: research trends, v. 13, n. 2, p. 59-68, 28 jun. 2019.
Seção
Artigos