POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO JUNTO AO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID)

Ana Maria Falcão FILGUEIRA, Vânia de Fátima MARTINO

Resumo


O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência (PIBID) foi criado em 2007 pelo Ministério da Educação e implementado pela CAPES/FNDE com a finalidade de valorizar o magistério e aproximar os estudantes ainda na graduação com o ambiente escolar. O projeto foi instituído na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava (FFCL), no ano de 2012, com a proposta de seis subprojetos de licenciaturas: Matemática, Pedagogia, Ciências, Letras, História, e a inclusão do interdisciplinar que é composto por alunos de Pedagogia e História. O objetivo deste trabalho é apresentar um relato de experiência de ensino de Ciências realizado pelos bolsistas participantes do Programa abordando de forma ampla a temática da formação dos professores e sua relação direta com as políticas públicas educacionais no Brasil. Desta forma, este trabalho perpassará, de forma sucinta por programas instituídos pela Nova Capes, Programa de Consolidação das Licenciaturas (Prodocência), Programa Institucional de bolsas de Iniciação a Docência (PIBID), Programa Observatório da Educação (Obeduc) e o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), que oferecem formação inicial e continuada aos professores da educação básica. O intuito não é de relatar experiências vivenciadas através destes programas, mas sim evidenciar a relevância que têm para a formação e capacitação de professores. Tanto o relato quanto a abordagem do tema levou em consideração que as políticas públicas para formação de professores devem atingir o interesse das universidades, para que estas promovam parcerias com as escolas.


Texto completo:

ARTIGO_3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.