Destruição ambiental e desigualdade social

dois lados do mesmo processo de desenvolvimento capitalista

  • Ana Carolina A. Borges da Silva
  • Adilson Marques Gennari UNESP Campus de Araraquara
Palavras-chave: crise, meio ambiente, capital

Resumo

O objetivo desse ensaio é refletir sobre duas faces da mesma contradição do mundo contemporâneo: a questão da destruição ambiental bem como a compreensão da desigualdade social e como os dois temas são imbricados e inseparáveis. Desde as primeiras discussões sobre meio ambiente, nos anos 1970, a desigualdade já era colocada como questão fundamental. O fenômeno da destruição ambiental em curso anda de mãos dadas com a desigualdade social e o fenômeno global da pobreza. As populações pobres são as mais afetadas pela produção destrutiva do atual desenvolvimento capitalista. Esse fenômeno se revela de várias formas: na falta de saneamento básico, ausência de água potável, “crise dos alimentos”, além da população pobre habitar áreas de maior risco. Portanto, o combate à desigualdade social depende também da conservação do meio ambiente. O encaminhamento de ambos problemas dependem de novas relações éticas, políticas e econômicas, que se desenvolva no âmbito da construção de uma nova sociabilidade para além do domínio absoluto atual dos interesses do capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina A. Borges da Silva

Doutora em Ciências Sociais pela UNICAMP, com mestrado em Sociologia pela mesma instituição. É graduada em Ciências Sociais pela UNESP – Campus de Araraquara e Especialista em Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra – Portugal. Realizou Estágio Doutoral junto ao LADYSS - Université Paris X -Nanterre – France e visita técnica junto ao Grupo Ecologia e Sociedade – Universidade de Coimbra – PT. É pós-doutora em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco – PE, desde 2013 atua como pesquisadora, ambientalista e produtora cultural no sertão pernambucano.

acborges@outlook.com.br

Adilson Marques Gennari, UNESP Campus de Araraquara

Professor da FCLAr/UNESP; Doutor em Ciências Sociais pelo IFCH/UNICAMP e Coordenador do Grupo de Pesquisa em História Econômica Contemporânea (GPHEC/FCLAr/UNESP).

gennariadilson@gmail.com

Publicado
2020-05-28