Portal de Revistas Eletrônicas - FFC - Unesp Marília


Percursos

A Revista Percursos é uma Revista de Antropologia criada por alunos de graduação em Ciências Sociais da UNESP de Marília. A ideia inicial deste projeto baseou-se na criação de um periódico científico que contemplasse o trabalho de graduandos em Ciências Sociais que tivessem seus interesses voltados para o estudo em Antropologia. Com o objetivo de romper fronteiras institucionais e fornecer suporte para que diálogos fossem travados e as primeiras pesquisas fossem comunicadas, prezando sempre pela formação de futuros cientistas sociais e antropólogos dentro de um rigor científico, e na construção de um conhecimento coletivo, foi que esses alunos engajados nas discussões antropológicas se uniram e iniciaram os passos para a publicação oficial deste periódico. (ISSN: 2447-1305)

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

BALEIA NA REDE

A revista eletrônica Baleia na Rede, cujo nome homenageia a personagem maravilhosa de Vidas Secas, foi criada por iniciativa do Grupo de Pesquisa em Cinema e Literatura, em 2003, com a intenção de debater a relação entre arte e sociedade através de artigos e ensaios que façam a interlocução entre o campo das Artes e das Ciências Sociais. Concordando com a tese de que nas manifestações artísticas encontramos um discurso social que traduz seu tempo histórico, recebemos para análise trabalhos de caráter acadêmico científico que tratem de cinema, literatura, música, pintura, fotografia, artes plásticas, artes visuais e virtuais, dança, teatro, desde que pensados em relação à vida social, política, simbólica ou histórica. A Revista Baleia na Rede (ISSN 1808-8473) é editada anualmente,

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Brazilian Journal of International Relations

 

Brazilian Journal of International Relations - BJIR (ISSN: 2237-7743) é uma publicação quadrimestral da Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e do Instituto de Gestão Pública e Relações Internacionais (IGEPRI). A BJIR está indexada no International Political Science Abstracts (IPSA) - EBSCO Publishing, no Latindex, no Ibict, na Biblioteke Virtual e na Academia.edu.

 

Brazilian Journal of International Relations  - BJIR (ISSN: 2237-7743) is published every four months by the Paulista State University - Faculty of Philosophy and Sciences, Campus Marília, in its postgraduate program of Social Science, also by the Institute of Public Administration and International Relations (IGEPRI). The BJIR is indexed in International Political Science Abstracts (IPSA) - EBSCO Publishing, in Latindex, in Ibict, in Biblioteke Virtual and in Academia.edu.

 ***

[BJIR - SPECIAL ISSUE] Call for papers/Chamada de trabalhos

Brazilian Journal of International Relations - BJIR (ISSN: 2237-7) invites everyone to participate in a edition entitled:

"Hegemony, hegemonic disputes and hegemonic interregnum. 

Resistances of the American order, challenges for the peer competitors"

With the recent decline of the United States as a hegemonic power, humanity has entered a rare moment in history, characterized by the absence of hegemony: this period is named as a hegemonic interregnum and distinguished by the intense interstate competition, the impetuous inter-company rivalry and the growing social conflict, all of which resulted in systemic crisis. Even when they are fed back, the objective of this BJIR' special issue is focused on the intense interstate competition, for which the academic community to examine this historical moment which is situated between the decline of the old American order, but still without the dawn and the clarity of a new order.

Interstate competition has as main actors the exhegemon, which seeks to preserve the status quo; the emerging powers, which are positioned as peer competitors and deploy revisionist policies; and the previous great powers - former allies of the hegemon and often declining powers - that tend to rethink their commitments to prevail in the systemic chaos. In this sense, a three-way competition occurs: 1) between the exhegemon and the peer competitors, 2) between the peer competitors themselves, whose relations are usually of competence / cooperation, 3) between the world powers and the exhegemon, those who pragmatically they distance themselves when their respective interests are threatened. In this interstate competition that takes place in the context of the hegemonic interregnum, the following international dynamics need to be considered:

  • The implications of the redefinition of the United States’ role with Trump’s presidency as the ex-hegemonic power for the global governance.
  • The strategic but also contradictory action of the world powers (G7) and the middle powers to maintain the status quo and preserve the remnants of the American order.
  • The transformation of China from a regional power to the most visible and outstanding peer competitor, an actor that seeks to manage its “new normality” while confirming its willingness to lead ambitious projects such as the “One Belt, One Road Initiative”.
  • The challenges faced by other regional powers (Russia, Brazil, Saudi Arabia, Mexico, India, Turkey, Poland, Argentina and South Africa) and subregional powers (Iran, Indonesia, Colombia, Kazakhstan, Egypt, Venezuela, Philippines, Pakistan, Nigeria and Ukraine) to maintain the emergency dynamics that distinguished them in the first decade of the 21st century and, in that sense, the adjustments they implement to continue to play a leading role in regional or subregional governance.
  • The growing inability of international organizations of the American order to manage the complex humanitarian, environmental and security problems of today, dilemmas that are exacerbated by the absence of leadership due to the hegemonic empty.
  • The specific challenges for Latin America, a region that continues to pursue development, but whose ideological polarization has placed it in a political drift and its regional integration processes are stagnant.

This Call for Papers aims at bringing new contributions to the studies of the hegemonic interregnum and the intense interstate competition that unfolds globally, regionally and sub-regionally. The complexity of this historical context and the diversity of implications outlined may contribute to the construction of the knowledge in this theme.

The deadline for submissions is until August 6, 2018.  The publication is conditioned to BJIR Scientific Council's judgment – Editorial Council, Editorial Room and ad hoc Appraisers. Anonymity of those participating in the evaluation will be preserved. Occasional work modifying suggestions (structure and content) will be agreed with the authors. The articles must be submitted by e-mail (bjir@igepri.org) or by the management system online BJIR: www.bjir.igepri.org or http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjir. Must be accompanied by abstracts of 250 words at most and keywords and have a maximum of 30 pages in Word 97-2003 document or higher, preferably in Times New Roman, size 12, 1.5 spacing. It is imperative data presentation (s) of author (s), such as academic degree, post, email, etc.). BJIR accepts unpublished works written in English, Spanish, and Portuguese, in article format, in International Relations area.

Help us to enrich further the debate in the academic community of International Relations!

Yours sincerely,

Daniel Morales Ruvalcaba  (Sun Yat-Sen University) - Guest Editor
Julio Ortiz Luquis (City University of New York) - Guest Editor
Marcelo Fernandes de Oliveira (Unesp) - Chief-Editor
Marcos Cordeiro Pires (Unesp) - Guest Editor
 

*********************************

[BJIR - SPECIAL ISSUE] Call for papers/Chamada de trabalhos

A Brazilian Journal of International Relations – BJIR (ISSN: 2237-7) convida a todos para participar de uma edição especial entitulada: 

"Hegemonia, disputas hegemônicas e interregno hegemônico. 

A resistência da ordem americana e os desafios para os seus potenciais rivais"

Com o recente declínio dos Estados Unidos como potência hegemônica, a Humanidade está ingressando num raro momento histórico, caracterizado pela ausência de um efetivo líder hegemônico: períodos assim são conhecidos como “interregno hegemônico”, marcados pela intensa competição interestatal, aumento da rivalidade interempresarial e o incremento de conflitos sociais, de cuja combinação resulta uma crise sistêmica. Mesmo considerando que este é um processo em curso e que esses elementos ainda estão sendo realimentados, uma vez que frente à decadência da ordem centrada nos Estados Unidos ainda não se apresenta de forma clara uma nova hegemonia, convidamos a comunidade acadêmica para refletir sobre esse fenômeno social por meio de uma edição especial da Brazilian Journal of International Relations (BJIR), cuja temática gira em torno dos conceitos de “hegemonia, disputas hegemônicas e interregno hegemônico”.

O quadro atual é bastante complexo. A atual competição interestatal tem como atores principais o ex-hegemon, que busca preservar o status quo; as potências emergentes, que se posicionam como competidoras e implementam políticas revisionistas; e as antigas grandes potências - aliadas do poder hegemônico e muitas vezes decadentes - que tendem a repensar seus compromissos para sobreviver em meio ao caos sistêmico. Nesse sentido, tende a ocorrer uma competição de três vias: (1) entre o ex-hegemon e os desafiantes; (2) entre os próprios desafiantes, cujas relações são geralmente de competição/cooperação; (3) entre as antigas potências mundiais e o ex-hegemon, do qual pragmaticamente se distanciam quando seus próprios interesses estão ameaçados. Nesta competição interestatal que ocorre no contexto do interregno hegemônico, as seguintes dinâmicas internacionais precisam ser consideradas:

  • As implicações do reposicionamento dos Estados Unidos sob a presidência de Trump para a governança global;
  • A ação estratégica, mas também contraditória, das potências mundiais (G7) e das potências médias para manter o status quo e preservar os traços remanescentes da ordem americana;
  • A transformação da China de uma potência regional para a mais visível e destacada potência desafiadora, um ator que busca administrar sua “nova normalidade” enquanto confirma sua disposição de liderar projetos ambiciosos como a “Iniciativa One Belt, One Road” (um cinturão, uma estrada);
  • Os desafios enfrentados por outras potências regionais (Rússia, Brasil, Arábia Saudita, México, Índia, Turquia, Polônia, Argentina e África do Sul) e sub-regionais (Irã, Indonésia, Colômbia, Cazaquistão, Egito, Venezuela, Filipinas, Paquistão, Nigéria e Ucrânia) para manter o dinamismo que as distinguiu na primeira década do século XXI e, nesse sentido, os ajustes que precisam adotar para continuar a desempenhar um papel de liderança na governança regional ou sub-regional;
  • A crescente incapacidade das organizações internacionais criadas sob a ordem norte-americana de gerir os atuais e complexos problemas humanitários, ambientais e de segurança, dilemas que são exacerbados pela ausência de liderança devido ao vazio hegemônico;
  • Os desafios específicos para a América Latina, uma região que continua a buscar o desenvolvimento, mas que cuja polarização ideológica a colocou em uma deriva política e que tem estagnado seus processos de integração regional.

Portanto, esta chamada de artigos visa trazer à luz novas contribuições para os estudos do interregno hegemônico e sobre a intensa competição interestatal que se desdobra nos âmbitos global, regional e sub-regional. Frente à complexidade desse contexto histórico e à diversidade de suas implicações, as contribuições enviadas podem auxiliar na construção de um maior entendimento sobre essa temática.

O prazo para envio de artigos é até 06 de agosto de 2018. A publicação dos trabalhos será condicionada a pareceres de Membros do Conselho Científico de BJIR – Conselho Editorial, Conselho de Redação e Avaliadores ad hoc–, aos quais é garantido o anonimato no processo de avaliação. Os artigos devem ser apresentados via e-mail (bjir@igepri.org) ou pelo sistema de gerenciamento on-line de BJIR:www.bjir.igepri.org ou http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjir. Devem vir acompanhados de resumos de até 250 palavras e palavras-chave e ter no máximo 30 páginas digitadas em documento Word 97-2003 ou superior, preferencialmente em fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5. É imperativo a apresentação dos dados do (s) autor (es), tais como titulação acadêmica, cargo que ocupa, email). Serão aceitos trabalhos inéditos nos idiomas inglês, espanhol e português, sob forma de artigos, na área de Relações Internacionais. 

Contribua para enriquecer ainda mais o debate na comunidade acadêmica de Relações Internacionais! 

Atenciosamente,

Daniel Morales Ruvalcaba  (Sun Yat-Sen University) - Editor convidado
Julio Ortiz Luquis (City University of New York) - Editor convidado
Marcelo Fernandes de Oliveira (Unesp) - Editor-chefe
Marcos Cordeiro Pires (Unesp) - Editor convidado
 

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Brazilian Journal of Information Science: research trends

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Cadernos Cedem

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Educação em Revista

Departamento de Administração e Supervisão Escolar/UNESP - Marília-SP > ISSN online 2236-5192        ISSN impresso 1518-7926

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Estudos Kantianos [EK]

Revista eletrônica Estudos Kantianos [EK], publicação semestral do Centro de Pesquisas e Estudos Kantianos "Valerio Rohden" [CPEK], vinculado ao Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências [FFC] da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" [UNESP].

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Kínesis - Revista de Estudos dos Pós-Graduandos em Filosofia

Kínesis - Revista de Estudos dos Pós-Graduandos em Filosofia surgiu da iniciativa conjunta dos Pós-Graduandos em Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Marília-SP.

Foi criada com o propósito de ser um espaço amplo e profícuo de encontro entre os Pós-Graduandos para debater e publicar ideias, estudos e pesquisas nas suas diversas modalidades de publicações com o propósito maior de ampliar e propagar na comunidade filosófica as pesquisas produzidas pelo Pós-Graduandos do Brasil e do exterior.

O público-alvo são Pós-Graduandos, mas, a Kínesis aceita e  tem publicado artigos de Professores e Pesquisadores de instituições nacionais e internacionais. Nesse sentido, é nosso propósito ampliar o espaço para o debate filosófico de modo a integrar e articular o diálogo dos Pós-Graduandos com Professores e Pesquisadores sem que haja uma demarcação precisa entre eles, já que os Pós-Graduandos são futuros pesquisadores em formação.

A Revista recebe publicações na área de Filosofia e suas articulações com as demais áreas do conhecimento (ciências, literatura e artes, etc.). Recebe, em particular, artigos, traduções, entrevistas, resenhas de livros ou artigos e outras modalidades de publicações (desde que submetidas ao Conselho Editorial).

O Conselho Editorial é composto por alunos e ex-alunos de Pós-Graduação formados pela UNESP e pelo Editor Responsável Prof. Dr. Ricardo Pereira Tassinari (UNESP/Marília). O Conselho Científico é composto por professores todos doutores, em sua maioria com anos de pesquisa e docência, das mais diversas subáreas da Filosofia e de instituições renomadas de todo o Brasil. A Revista recebe, ainda, contribuições de pareceristas ad hoc.

A Kínesis tem o apoio do Departamento de Filosofia e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Marília-SP.

Na avaliação Qualis CAPES Quadriênio 2013-2016 a Kínesis recebeu Qualis B2 em Filosofia. 

A Kínesis está também disponível no site da Unesp de Marília: http://www.marilia.unesp.br/#!/revistas-eletronicas/kinesis

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista Aurora

Publicação de nova edição - v. 10, n. 2 (2017)

 

É com imenso prazer que damos sequência aos nossos trabalhos e apresentamos ao leitor mais uma publicação da Revista Aurora. A Seção Dossiê deste número traz a temática  Crise do Mundo Ocidental? apresentando, desta forma, artigos que versam sobre esses eixos analíticos. Esta edição conta ainda com a Seção Miscelânea e conta com contribuições que contemplam variados temas e reflexões de diversos fenômenos sociais das Ciências Humanas.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

REVISTA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ATIVIDADE MOTORA ADAPTADA

JOURNAL OF THE BRAZILIAN SOCIETY FOR ADAPTED MOTOR ACTIVITY

The Sobama Journal is a dissemination body of the Brazilian Society for Adapted Motor Activity and was created to meet the needs of dissemination and discussion of scientific production and issues of the area of Adapted Motor Activity.

The Journal accepts the submission of original manuscripts of professionals and researchers from different areas such as Physical Education and Sports, Physical Therapy, Occupational Therapy, Speech Language Pathology, Special Education, Psychology and other interdisciplinary fields, whose manuscripts are related to the Area of Adapted Motor Activity or are pertinent to the interests of Sobama Journal´s readers.

A Revista da Sobama é um órgão de divulgação da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada e foi criada para atender às necessidades de divulgação e discussão da produção científica e de assuntos da área de Atividade Motora Adaptada. 

A Revista aceita a submissão de manuscritos originais de profissionais e pesquisadores de diferentes áreas como Educação Física e Esportes, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Educação Especial, Psicologia e outras, cujos manuscritos tenham perfis direcionados à área de Atividade Motora Adaptada ou pertinente aos interesses dos leitores da revista da Sobama. 

 

ISSN IMPRESSO 1413-9006

ISSN  ONLINE  2359-2974

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista de Iniciação Científica da FFC

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

REVISTA DIÁLOGOS E PERSPECTIVAS EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

A Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial (RDPEE) é uma iniciativa dos docentes do Departamento de Educação Especial da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista - UNESP, campus de Marília. Inicialmente elaborada com perspectiva de publicação semestral, essa nova revista tem por objetivo ser um veículo para reflexões críticas sobre os rumos da política educacional frente à Educação Especial e Inclusiva, bem como dialogar com outras áreas da ciência, em diferentes perspectivas, de maneira a verticalizar a produção do conhecimento científico na área e firmar-se como referencial, no Brasil. Atualmente, A RDPEE encontra-se indexada na Edubase. As colaborações para a RDPEE podem ser apresentadas como: ensaios teóricos, artigos e resenhas. A revista, eventualmente, aceitará outros tipos de contribuições que não se enquadram nessas seções fixas, a saber: revisão de literatura, relatos de experiência e depoimentos e/ou entrevistas.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista do Instituto de Políticas Públicas de Marília

A Revista do Instituto de Políticas Públicas de Marília é um espaço à publicação de pesquisas científicas elaboradas por acadêmicos dedicados ao estudo e ao debate de temas relativos às Políticas Públicas do País e do mundo, cujo intuito é contribuir para influenciar e intervir no processo decisório governamental em suas distintas esferas, produzindo propostas inovadoras para a gestão pública, situações sociais criticas,  suporte à advocacia de ideias e a busca de transparência no trato dos assuntos públicos.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista Eletrônica Informação e Cognição (Cessada)

São inúmeros os estudos que analisam o impacto cultural dos atuais meios de comunicação. Embora partam das mais diversas perspectivas – do elogio quase ingênuo até a crítica radical -, os estudiosos do tema, porém, são unânimes quando se trata de apontar um aspecto benéfico dos meios de comunicação de massa, possível apenas na era da Internet, qual seja, a maior facilidade de acesso à informação de todo tipo. É apenas graças à existência dessa extraordinária rede mundial de informações que nos constituímos enquanto um instrumento de divulgação de idéias geradas, dinamicamente, no diálogo interdisciplinar sobre a natureza dos processos mentais e sua possível simulação em artefatos mecânicos. É neste contexto que, com o objetivo de reunir em uma coletânea os trabalhos dos pesquisadores, do Brasil e do exterior, a respeito da relação que se estabelece entre informação e conhecimento no processo de aprendizagem, que surgiu a idéia da criação de uma revista eletrônica, internacional. Nasceu, assim, a Revista Eletrônica Informação e Cognição enquanto veículo para a pesquisa científica e filosófica voltada à Teoria da Informação, à Filosofia da Mente, à Ciência Cognitiva e à Ciência da Informação. Cada edição da Revista Eletrônica Informação e Cognição se propõe reunir textos, por afinidade temática, destinados às seções de artigos, comunicações e recensões visando a divulgar e a promover perspectivas críticas fundamentadas em áreas interdisciplinares. Resultante de um significativo esforço coletivo, modelo exemplar de auto-organização, esta Revista abre mais um espaço ao debate sobre a natureza da informação e de seu papel cognitivo no comportamento inteligente. Este terceiro volume, incompleto, reúne, certamente, erros e imperfeições de vários tipos. Esperamos que eles possam nos auxiliar no aperfeiçoamento e enriquecimento dos números vindouros.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista LEVS

A Revista LEVS é um dos pilares de divulgação científica e de diálogo entre a teoria e a ação no trato das questões de violência, segurança e qualidade de vida, uma proposta do Laboratório de Estudos da Violência e Segurança da UNESP.

É um periódico semestral com publicações de artigos científicos tendo em vista a relevância acadêmica e o rigor científico nas diversas áreas de Ciências Humanas – Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Geografia e História, além das áreas afins – que se dedicam a refletir sobre a violência e a criminalidade e seus temas correlatos: segurança pública, qualidade de vida urbana, direitos humanos, metodologias de pesquisa, entre outros.

  Preparamos a Revista LEVS em torno de eixos temáticos, definidos pelo Conselho Editorial, com o intuito de fornecer aos leitores e pesquisadores um quadro de trabalhos que contribuam para avaliações comparativas. 

  Além dos artigos científicos, reservamos espaço para a publicação de resenhas, pesquisas e divulgação de projetos (Relato de Pesquisas, Experiências e Boas Práticas) na área, um conjunto de informações que contribuirão para o enriquecimento teórico com caráter propositivo para os estudos da violência e segurança. Assim, acreditamos atingir o objetivo de articular e integrar pesquisas e projetos, divulgando e criando uma nova prática de produção do conhecimento de forma multidisciplinar e interinstitucional, uma vez que dialogará com diversos órgãos públicos e organismos não-governamentais. 

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista Novos Rumos

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista ORG & DEMO

A Revista ORG & DEMO é uma publicação semestral do Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia da Universidade Estadual Paulista - UNESP, destinada a promover a socialização do conhecimento e resultados de pesquisas produzidas por cientistas sociais nacionais e internacionais. A sua denominação é ORG & DEMO, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Schème - Revista Eletrônica de Psicologia e Epistemologia Genéticas

A Schème - Revista Eletrônica de Psicologia e Epistemologia Genéticas publica textos inéditos nas áreas da Filosofia, Psicologia, Educação e Interdisciplinar relativos à Epistemologia Genética e à Psicologia Genética de Jean Piaget. A Schème tem por objetivo estimular e divulgar as discussões e as produções epistemológicas e científicas, servindo como um veículo para o intercâmbio de informações e divulgação de estudos e resultados de pesquisas teóricas e experimentais. A Schème recebeu, na última avaliação trienal da CAPES (Quadriênio 2013-2016), Qualis B3 nas áreas de Filosofia, Educação e Interdisciplinar, e Qualise B4 nas áreas de Ensino e Psicologia.

Os textos podem ser apresentados na forma de artigos, traduções ou resenhas e serão avaliados por consultores ad hoc indicados pelos conselheiros da revista. Sua periodicidade é semestral. 

Sobre o termo Schème

A Schème tem apoio institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, em especial, da Pró-Reitoria de Pesquisa, do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Psicologia da Educação.

 

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

TRANS/FORM/AÇÃO

A revista Trans/Form/Ação tem por objetivos publicar artigos de filosofia (ou que tenham relevância para pesquisa em filosofia) e promover debate e interlocução de idéias e textos entre pesquisadores do Brasil e do Exterior.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar